domingo, 18 de outubro de 2009

o prof Davi Arrigucci Jr comenta Uma brincadeira


O prof. Davi Arrigucci Jr. comenta "Uma brincadeira irresponsável com Jorge Luis Borges: mensagem (de)cifrada em Del rigor en la ciencia)"



"Olá, strl:

Não conheço nenhum estudo específico sobre esse texto notável, que Borges às vezes atribui também ao filósofo inglês Josiah Royce, como comentei em O escorpião encalacrado, ao tratar da questão da obra de arte inserida na própria ficção.

O suposto autor, Suárez Miranda, ao que parece não existe, mas foi tratado como um autor barroco (conforme a data e o uso das maiúsculas característico de certa tradição tipográfica clássica, combinando com a ênfase daquele estilo).

A cidade e a data parecem uma alusão ao teórico do barroco Baltasar Gracián, que lá morreu naquele ano.

O nome Suárez Miranda lembra o do heterônimo Suárez Lynch (como H. Bustos Domecq), que Borges inventou com Bioy Casares na década de 30.

O texto foi publicado pela primeira vez em 1946 numa seção, já denominada "Museo", da revista Los anales de Buenos Aires e foi incorporado depois na Historia universal de la infamia, em 1954, além de ser incluído por Borges/Bioy na antologia de Cuentos breves y extraordinarios, antes de fazer parte de El Hacedor.

A própria recorrência demonstra a importância que o verdadeiro (?) autor atribuía a ele, cujas implicações podem ser lidas em vários planos, como sugerem os jogos que você mesmo inventou.

Abraço cordial,
Davi Arrigucci Jr."


2 comentários:

  1. Mais que chique, storel...

    E que história é essa de jejum alcoolico?

    ResponderExcluir
  2. nossa...

    o davi...

    ké isso meu?

    um abç

    ResponderExcluir